PORQUÊ?
Porque acreditamos que a continuidade favorece as aprendizagens.
Porque a criança com 3 anos ainda apresenta uma estabilidade emocional frágil, sendo comum necessitar de demorados períodos de adaptação aquando a integração num novo espaço educativo. Desta forma, ao permanecer num espaço que lhe é familiar, a criança sentir-se-á emocionalmente mais segura e logo mais disponível para novas aprendizagens e descobertas.
E, principalmente, porque acreditamos que somos capazes de fazer parte deste caminho e deste desafio, de forma criativa, válida e enriquecedora para os vossos filhos.
 
COMO?
Seguindo o mesmo fio condutor da creche – “Crescer a Brincar” - que continuará a ser o nosso princípio orientador.
“Cada tipo de brincadeira ensina uma nova experiência, dá uma nova visão e abre uma janela para outra realidade” (Paul Rooyackers, 1996).
A atividade lúdica ajuda a transmitir à criança o conhecimento de si própria, do mundo social e físico e dos sistemas de comunicação, alargando os seus conhecimentos e influenciando a construção que faz da realidade. A brincadeira será ainda a base para o desenvolvimento de valores humanos como a solidariedade, o companheirismo, o respeito pelo outro ou a tolerância.
Todo o trabalho desenvolvido e promovido será planificado com base nas Metas de Aprendizagem do Ensino Pré-escolar criadas pelo Ministério da Educação.
O Projeto Curricular de Sala será construído com base nos interesses e necessidades do grupo, procurando promover o Desenvolvimento Global da Criança e o seu Processo de Socialização. Pretendemos despertar o sentido crítico de cada criança, desenvolvendo experiências que lhes permitam realizar aprendizagens significativas e diversificadas, valorizando sempre o trabalho individual, de pares e coletivo.
Porque acreditamos que a criança deve ser parte ativa na construção das temáticas abordadas, muitas atividades surgirão da iniciativa da criança, dando lugar à existência de pequenos projetos, cabendo ao Educador integrá-los no seu Projeto Curricular e enriquece-los, de forma a contribuírem para o Desenvolvimento da Criança. Tiraremos ainda partido das atividades espontâneas (áreas da sala), do recreio (adaptado ao Jardim de Infância) e da Horta Pedagógica.
 
 
À SEMELHANÇA DO QUE ACONTECE NA CRECHE, NO JI CONTINUAREMOS A PROMOVER:

  • A cooperação
  • O respeito pelo outro e pelo ambiente
  • A cidadania e o civismo
  • A liberdade responsável
  • A participação ativa, crítica e responsável
  • A autonomia e a capacidade de decisão
  • A participação e o envolvimento das Famílias
     
    E COMO SERÁ APLICADA O ENSINO DA LÍNGUA INGLESA, NO JARDIM DE INFÂNCIA?
     
    O Jardim de Infância contará com uma Educadora bilingue que, em articulação com a responsável pelo ensino de inglês na Saídos da Casca, terá todas as condições para enriquecer esta aprendizagem. Vamos assim promover, não só a curiosidade natural das crianças, mas também a constante interação oral, fundamental na sala de Jardim de Infância, relativamente à compreensão e domínio de vocabulário, à fluência da conversação e à pronúncia, num permanente contacto com a língua inglesa.